ANTT

Leilão da RIS tem deságio de 40,53%

por ASCOM - Publicado em 01/11/2018 12h46. Última modificação em 01/11/2018 17h23.

A Agência Nacional de Transportes Terretres (ANTT), o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC) e a Secretaria do Programa de Parcerias de Investimento (PPI) realizaram, na manhã desta quinta-feira, 1º/11, na B3, o leilão para concessão da BR-101/290/386/448/RS, conhecida como Rodovia de Integração do Sul (RIS). A Companhia de Participações em Concessões venceu o certame com uma tarifa básica de pedágio de R$ 4,30545, o que representa um deságio de 40,53%

Os trechos que serão concedidos totalizam 473,4 km, sendo 87,9 km na BR-101, 98,1 km, na BR-290, 21,6 km na BR-448 e 265,8 km na BR-386. O edital está publicado aqui, e prevê investimentos de R$ 7,8 bilhões pelo período de 30 anos.

 

AS PROPONENTES

Foram 5 (cinco) propostas apresentadas no certame:

Companhia de Participações em Concessões, representada pela corretora Mundinvest S.A. CCVM - tarifa proposta: R$ 4,30545 (vencedora)

Consórcio Integrasul, representado pela corretora Concordia S.A. CVMCC - tarifa proposta: R$ 5,27000

Consórcio Sacyr RIS, representado pela corretora Planner CV S.A. - tarifa proposta: R$ 5,25389

Ecorodovias Concessões e Serviços S.A., representada pela corretora Santander CCVM S/A - tarifa proposta: R$ 4,55941

Infraestrutura Brasil Holding II S.A., representada pela corretora Mirae Asset Wealth Management - tarifa proposta: R$ 4,43570